VOSSOS VELHOS SONHARÃO…

VOSSOS VELHOS SONHARÃO…

A humanidade está envelhecendo. Estaríamos, aos poucos, retornando aos planos originais da Criação? A longevidade mostrada em várias passagens bíblicas poderia estar retornando à raça humana?

Difícil encontrarmos respostas razoáveis, ainda mais nestes tempos antagônicos, quando a convivência entre o novo e o velho, o estético e o ético, a forma e a essência, ainda seja tão conturbada.

Contudo, as estatísticas apontam que 1 em cada 9 pessoas no mundo tem 60 anos de idade ou mais e que, em 2050, pela primeira vez, haverá mais idosos que crianças menores de 15 anos no planeta.

No Brasil, segundo o IBGE, a população idosa totaliza 23,5 milhões de pessoas, sendo que o número de idosos dobrou no nosso país nos últimos 20 anos. Projeta-se, inclusive, que até 2025, nosso país deva contabilizar mais de 31 milhões de pessoas acima dos 60 anos e que o Brasil venha a ter a 6ª maior população de idosos no mundo até 2025.

Para tanto, fator relevante foi o aumento da expectativa de vida da população brasileira, que aumentou 41,7 anos em pouco mais de um século. Em 1900, a expectativa de vida era de 33,7 anos, dando um salto significativo, para atingir os respeitáveis 75,4 anos de vida em 2014.

São inegáveis, também, as conquistas que a população idosa vem angariando nas últimas décadas, seja em qualidade de vida, de um modo geral, seja no aspecto econômico, bem como ao participar de empreendimentos e do mercado de trabalho, tanto quanto são os avanços no campo das leis protetivas aos anciãos de nossa pátria.

A Constituição brasileira de 1988 descortinou um novo horizonte para a Terceira Idade, sendo complementada por uma importante Política Nacional no ano de 1994 e por várias leis, dentre as quais a mais significativa foi o Estatuto do Idoso, promulgado em 2003, além de ter ser instituído no país o dia 1º de outubro de cada ano, como o Dia Nacional do Idoso.

Todavia, a caminhada parece ainda ser muito longa para que sejam estabelecidos, em nossa nação, níveis satisfatórios de dignidade, de respeito e de inclusão dos idosos em nossa sociedade. O Brasil é um país novo, que convive com rápidas mudanças em um ritmo frenético, o que, sem dúvida, por si só, acarreta várias dificuldades sociais.

O próprio crescimento rápido de nossa população idosa, nos últimos decênios, mostra os desafios imediatos que todos, governantes e governados, devemos enfrentar para dar ao idoso brasileiro o cumprimento de seus direitos fundamentais, como um autêntico resgate histórico, capaz de reparar as injustiças que foram se acumulando desde o passado até hoje em detrimento dos nossos sexagenários.

Não nos faltam, nas Sagradas Escrituras, exemplos de maravilhosos idosos que impactaram o seu tempo e a própria história da fé judaico-cristã, deixando-nos um legado extraordinário.

Que bom que Abrão, aos 75 anos de idade, ouviu de Deus a orientação para sair de Harã, ser circuncidado aos 99 anos, tornar-se pai aos 100 anos e se transformar no grande patriarca de nossa fé!

Quão prodigioso foi Moisés ter aceitado, aos 80 anos de idade, a missão de Deus para libertar os hebreus do Egito!

Tremendo o que se deu com João, o amado Apóstolo, ao ter recebido a Grande Revelação em Pátmos com mais de 90 anos de idade!

A Bíblia está repleta de versículos que enaltecem o envelhecimento, muito mais pelo que isso representa emocional e espiritualmente, do que propriamente pelos aspectos biológicos.

Pois que “a beleza dos jovens está na sua força; a glória dos idosos, nos seus cabelos brancos” (Provérbios 20.29).

Portanto, devemos internalizar na emoção e na razão uma verdade bíblica: envelhecer é uma bênção de Deus e na presença Dele, mais ainda!

Não tenhamos medo de ficarmos velhos. Ao contrário, permitamos que se cumpram em nós as palavras de Joel 2.28: “E acontecerá, depois, que derramarei o meu Espírito sobre toda a carne…e vossos velhos sonharão”.

Parabéns a todos os idosos de hoje que sonham, e a todos os que sonham, hoje, serem idosos sonhadores!

Louvado seja o Senhor!!!

Sérgio Tavares – Ministro de Educação Cristã

Deixe uma resposta